Header Ads

SUÍNOS: Preços caem na 2ª quinzena, mas média mensal sobe em agosto


As vendas aquecidas e as consequentes valorizações do suíno vivo na primeira quinzena de agosto superaram os recuos de preços observados na segunda metade do mês. Com isso, o preço médio do animal comercializado no mercado independente em agosto fechou acima do registrado em julho. Apesar do avanço mensal, os valores do vivo ainda ficaram inferiores aos registrados em ago/20, em termos nominais. Neste caso, vale lembrar que os preços do animal subiram com força ao longo do segundo semestre do ano passado, atingindo recordes em novembro, impulsionados especialmente pelo salto no volume exportado. Na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), o animal posto (CIF) teve média de R$ 6,96/kg em ago/21, alta de 2,3% frente à de julho, mas 3,7% menor que a de agosto de 2020, em termos nominais. No mercado atacadista da carcaça, os preços seguiram a tendência do vivo. Na Grande São Paulo, a carcaça especial teve média de R$ 10,07/kg em agosto, avanço mensal de 2,7%, mas recuo anual de 3,3%. Já para os cortes suínos, o poder de compra reduzido da maior parte da população brasileira limitou altas mais significativas na primeira quinzena de agosto e resultou em desvalorizações na segunda metade do mês.


Fonte: Cepea

Nenhum comentário