Header Ads

Rondônia assiste o aumento de ocupação de leitos de UTI Covid-19, revela Fiocruz


Divulgado na quarta-feira (08), o Boletim Observatório da Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), informou que Rondônia tem um total de 47% de ocupação de leitos de UTI para adultos infectados pelo novo coronavírus. No último boletim, o estado registrou 43% de ocupação. Com isso, levando em consideração os últimos dias, houve aumento de 4% em apenas uma semana. A classificação de Rondônia no boletim é de alerta intermediário.

Segundo o documento, houve diminuição no número de óbitos em todo o país. A uma taxa diária de 1,3%, um total médio de 680 óbitos ao dia. A média diária de casos está em 24,6 mil, com ritmo de redução de 1,9% ao dia.

"A redução simultânea e proporcional desses indicadores demonstra que a campanha de vacinação está atingindo o objetivo de proteger a população do impacto da doença. No entanto, o ainda alto índice de positividade dos testes e a elevada taxa de letalidade da doença (atualmente em 3%) revela que a transmissão do vírus é intensa e diversos casos assintomáticos ou não confirmados podem estar ocorrendo, sem registro nos sistemas de informação", ressalta a Fiocruz.


Voltando aos números dos estados, os seguintes números foram observados nas outras unidades: Acre (7%), Amazonas (34%), Pará (35%), Amapá (16%), Tocantins (41%), Maranhão (42%), Piauí (41%), Ceará (38%), Rio Grande do Norte (30%), Paraíba (20%), Alagoas (14%), Sergipe (20%), Bahia (30%), Minas Gerais (29%), São Paulo (33%), Paraná (57%), Santa Catarina (47%), Rio Grande do Sul (51%), Mato Grosso do Sul (34%), Mato Grosso (43%) e Distrito Federal (57%).

Roraima (82%) é o único estado na zona crítica, com índice superior a 80%, mas encontra-se em situação particular de poucos leitos disponíveis. O Rio de Janeiro apresentou queda no indicador de 72% para 66%, o que agora o coloca na zona de alerta intermediário.


Fonte: News Rondônia
Foto: Esio Mendes

Nenhum comentário