Header Ads

Justiça mantém prisão de motorista que dirigia embriagado e matou criança atropelada em Guajará-Mirim



Justiça mantém prisão de motorista que dirigia embriagado e matou criança atropelada em Guajará-Mirim

O juiz Leonardo Meira Couto manteve a prisão preventiva do serralheiro Lauro Brandino de Oliveira, 52 anos, que se encontra preso em flagrante desde o dia 25 de julho passado, acusado de dirigir embriagado, e causador do acidente que vitimou o pequeno Ryan Gabriel Montes Rodrigues, de apenas 4 anos.

No acidente, ainda ficaram feridos a mãe do menor (que veio a óbito ainda no pronto-socorro da cidade), e outras três pessoas – duas delas com idade de 9 e 13 anos de idade. O acidente aconteceu na avenida Marcílio Dias, 59, bairro Tamandaré. Lauro teria fugido do local do acidente sem prestar socorro às vítimas.

A manutenção da prisão dele foi sugerida pelo Ministério Público ao Juízo da 1ª. Vara Criminal, que considerou o sinistro como acidente doloso (intencional, pois o acusado assumiu o risco de matar ao dirigir embriagado), afastando a tese de acidente culposo (não intencional).


Foto: Da Redação

Fonte: Da Redação

Nenhum comentário