Header Ads

Polícia identifica mais duas pessoas que participaram do tiroteio que matou delegado


A Delegacia de Homicídios de Porto Velho já identificou outras duas pessoas que participaram do tiroteio que matou o delegado José Valney Calixto de Oliveira, ocorrido em uma chácara, na estrada dos periquitos, na Zona Leste da capital. Rafael Simão da Silva, 37 anos, também foi morto na troca de tiros.

De acordo com o diretor da Delegacia de Crimes Contra a Vida, delegado Júlio César árabe, seis testemunhas que estavam no local, já foram ouvidas pela Polícia.
O delegado informou ainda, que Valney Calixto de Oliveira foi morto com cerca de quatro tiros na cabeça. Ele teria ido até o local a convite de um amigo policial.

O crime

O diretor explicou que pelo que ficou apurado, um grupo de amigos, estava reunido na chácara. O delegado foi até o local a convite de um amigo policial. Em determinado momento, Rafael Simão teria supostamente jogado gelo contra o delegado, o que deu início a confusão.

A briga foi contornada, Valney Calixto foi retirado do local por amigos, mas minutos depois ele retornou sozinho e teria dado início ao tiroteio, que terminou com a morte do delegado José Valney Calixto de Oliveira, e Rafael Simão da Silva, 37 anos. Essas informações, no entanto, ainda não podem ser confirmadas, de acordo com o que destacou o delegado Júlio César Árabe.

De acordo com Júlio César Árabe, foram encontradas no corpo do delegado, projeteis de armas de diferentes calibres. Há suspeitas ainda que ele tenha sido espancado.

Ainda segundo o diretor, um homem, identificado como Édipo T.P, 33 anos, foi preso, após ser flagrado com uma das armas que pode ter sido usada no crime.


Fonte: Rondoniagora

Nenhum comentário