Header Ads

Vazio sanitário em áreas de soja inicia nesta terça, 15, para todos os municípios de Rondônia


Propriedades produtoras de soja em Rondônia iniciam a partir desta terça-feira (15) mais um vazio sanitário, período em que o solo deve ficar 'descansando'.

O objetivo do vazio sanitário é controlar a ferrugem-asiática da soja, chamada de Phakopsora pachyrhizi.

Segundo a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), o vazio sanitário no estado tem duração de 90 dias, terminando assim o prazo só em 15 de setembro. Depois desse período, os produtores poderão fazer o plantio da soja correspondente a safra 2021/2022.

Em Vilhena (RO), um dos municípios com mais produção de, serão mais de 40 mil hectares de área no vazio sanitário.

De acordo com a Embrapa, o fungo que causa a ferrugem-asiática é o biotrófico. Ele precisa de um hospedeiro vivo para se desenvolver e multiplicar. Ao eliminar as plantas de soja na entressafra, quebra-se o ciclo do fungo, reduzindo assim a quantidade de esporos presentes no ambiente.

O descumprimento do vazio sanitário em Rondônia gera multa e destruição da área plantada.


Fonte: G1 RO

Nenhum comentário