Header Ads

Rondônia recebe a 23ª remessa de vacina contra a covid-19; lote vai atender pessoas de 60 a 69 anos



O Governo de Rondônia recebeu nesta terça-feira (18), na Central Estadual da Rede de Frio, em Porto Velho, 51.200 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 25.600 do laboratório Butantan/CoronaVac e 25.600 da Fio Cruz/AstraZeneca. Com a 23ª remessa de vacinas contra a doença enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) ao Estado, o Poder Executivo alcançou o total de 578.968 doses distribuídas para todos os municípios rondonienses.

Desse número já foram entregues 331.308 doses de CoronaVac, 235.950 AstraZeneca e 11.700 Pfizer. As vacinas vão atender com a 2ª dose da AstraZeneca para pessoas de 60 a 69 anos, e todos os grupos que necessitam completar o esquema vacinal com a 2ª dose de CoronaVac.

A previsão de entrega para às Regionais de Saúde que atendem os 52 municípios é nesta quarta-feira (19). Segundo o mapa de distribuição da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), a Regional de Ji Paraná receberá 12.010 doses; Cacoal 5.600 doses; Vilhena 5.070 doses; Ariquemes 7.330 doses; Rolim de Moura 6.050 doses e Porto Velho 15.140 doses.

A diretora-geral da Agevisa, Ana Flora Camargo Gerhardt, anunciou que nesta quarta-feira (19) Rondônia receberá mais 4.680 doses da vacina da Pfizer/BioNTech, que segundo determinação do Ministério da Saúde (MS) serão distribuídas para capital.

GESTANTES E PUÉRPERAS

Ana Flora Camargo Gerhardt afirmou que em atendimento a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Saúde permanece suspensa a aplicação de vacina AstraZeneca em gestantes e puérperas, “no entanto as demais vacinas CoronaVac e Pfizer podem ser aplicadas em gestantes e puérperas com comorbidades”

A diretora orientou que em caso de atendimento de 100% de outros grupos prioritários, as vacinas para esse público devem ser priorizadas, inclusive com reserva da 2ª dose.

VACINAS GUAJARÁ-MIRIM

Ana flora, informou que a Agevisa tomou as providências cabíveis para ajudar na recuperação das 5.080 vacinas contra a covid-19 que foram alvos de uma queda de energia, no município de Guajará-Mirim. Os técnicos da agência por meio de critério técnico e conversas com os laboratórios, conseguiram a liberação de 2.140 doses de vacinas, enquanto 2.940 doses estão aguardando parecer técnico dos laboratórios Butantan e Fiocruz.

A diretora aproveitou para fazer um alerta a todos os gestores municipais quanto os critérios de monitoramento e vigilância em relação a rede de frio, a sala de vacina e os profissionais que atuam na imunização. “Nós precisamos que os municípios se empenhem e acompanhem de perto a vacinação, estamos sempre atentos para apoiar os gestores. É preciso ter a responsabilidade de acompanhar a vacinação, porque doses perdidas é uma população não vacinada, e nossa saída dessa doença é a vacina”.

Vacinas são a 2ª dose da AstraZeneca e todos os grupos que necessitam completar o esquema vacinal e CoronaVac.


Texto: Aurimar Lima
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Nenhum comentário